segunda-feira, abril 19, 2010

A História da Umes de São José do Rio Preto


O ano era 1992, o pedido de Impeachment do então presidente Collor fez com que milhares de movimentos sociais, principalmente o movimento estudantil, saíssem às ruas, em todo o país. Esse movimento ficou conhecido como “os caras pintadas”. Em São José do Rio Preto, um grupo de jovens, envolvidos com grêmios estudantis, saiu às ruas e engrossou o movimento, que culminou com a renúncia do então presidente que lá estava. Após essa manifestação os estudantes que organizaram essa ação sentiram a necessidade de se criar uma entidade que pudesse representar todos os estudantes da cidade, surgindo assim em 1993 a UMES (União Municipal dos Estudantes Secundaristas).
No seu primeiro ano de fundação, a Umes consegue sua primeira conquista, a meia-entrada para estudantes em teatros, cinemas, shows, etc. e outros eventos que acontecessem na cidade.
Mais tarde, no ano de 1998, após muita luta, a entidade conquista o direito ao meio passe para os estudantes. O meio passe garantia aos alunos o direto a pagar a metade do valor da passagem de ônibus, facilitando assim a vida dos estudantes.
Outras conquistas conseguidas pela Umes foram, a implantação de oficinas de teatro, concurso de poesia, a organização de inúmeros grêmios estudantis na cidade, aumentando a representatividade dos estudantes, o cursinho popular, que atendia estudantes que não tinham condições de pagar os altos valores de cursinhos que existiam no município, o arrastão do livro, onde a Umes recolhia os livros e os doava para as bibliotecas das escolas publicas do município.
Esse breve resumo da história da UMES, demonstra a importância do movimento estudantil para a cidade de São José do Rio Preto. Ter uma entidade que representa os jovens que são o futuro do nosso país, é de extrema importância, por isso não podemos deixar que se apague essa história de movimentos e de lutas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário